A Guerra em São Januário

sábado, 13 de agosto de 2011

FRED VOLTA AO ATAQUE E FUZILA JORNALISTAS DO EXTRA E O GLOBO


AS CAIPIRINHAS SAKE


Não foram 60 as caipirinhas que Fred e mais seis pessoas consumiram na noite do dia 03/08 no Bar Astor. O jogador mostrou a cópia da Nota de consumação, e, o documento indica que foram 27. Ainda que fossem 60 as caipirinhas, quantas o Fred bebeu e quantas o Rafael Moura bebeu, além de quantas as demais pessoas beberam, é problema deles. O único problema nosso nessa história, seria se após beberem, tivessem causado alguma confusão e se alguém ali dirigiu sob efeito de álcool com risco de causar uma colisão, embora isso seja uma história à parte no fato.

Quem foi que deu aos dois elementos, integrantes de torcida organizada, o direito de interpelar os jogadores, em horário de folga e em recinto fechado, exercendo eles sim o direito de ali estar?

Quem esses elementos integrantes de torcida organizada pensam que são? Um deles, alias, é aquele elemento que dentro do campo do Fluminense agrediu o jogador Diguinho com um soco, e respondia até recentemente a um processo de tentativa de homicídio, do qual foi absolvido. Torcedor tem direito de criticar, vaiar, pedir para o técnico ou algum jogador ir embora, mas, tem de fazer isso dentro do estádio ou na sede do clube, lá da assistência, nunca entrando em campo, vestiário, área de treinamento e muito menos na rua, especialmente quando o jogador não está em seu horário de trabalho.


Até quando a justiça, os clubes e a imprensa serão tolerantes com esses elementos que se acham muito importantes para os clubes, mas não são, visto que a maioria deles nem mesmo paga ingresso, vivendo na aba de dirigentes que os suportam em troca de algum apoio, além de muito medo.

Por falar em jornalistas, FRED teve a coragem de citar nominalmente alguns da turma de O Globo / Extra / Sportv (mesmo patrão), sendo que o jornalista do Extra é tio de um dos que parece perseguiram ( e enquadraram o jogador conforme ele mesmo escreveu em seu twitter).

Quanto ao Renato Maurício Prado, Fred tem razão, ele é mais um que está ameaçando com seus deboches, transformar a boa equipe de esportes desses veículos, em programa humorístico de má qualidade, que o digam aqueles vídeos ridículos apresentados na hora da transmissão, as gracinhas fora de tom do Escobar (que está perdendo o rumo).

Eu leio sempre a coluna do Calazans, e quem lê o Calazans não consegue ler o Renato Maurício Prado. Calazans  entende de futebol e de ética no esporte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores