quarta-feira, 12 de outubro de 2011

CRISE – TEU NOME É PALMEIRAS – KLEBER LIDERA REBELIÃO E ACABA BARRADO.



O Palmeiras que enfrenta o Flamengo na noite de hoje no Estádio do ENGENHÃO parece que vive a pior crise de toda a sua história.

O time não vence, não convence, não apresenta um futebol na prática de acordo com o que se pode esperar do elenco.

Para piorar é uma crise em cima da outra.

A recente agressão que o jogador João Paulo sofreu, praticada por elementos da torcida palmeirense foi a penúltima gota d’água para transbordar o copo. Kleber e Deola se rebelaram contra a diretoria, reclamando de falta de apoio ao jogador. Kleber está barrado, nem viajou com a delegação.

A gota d’água parece que será a viagem de FELIPÃO para a Europa. O técnico vai para assistir ao casamento de seu filho. Se o Palmeiras perder hoje para o Flamengo é quase certo que ele não será mais o técnico.

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

COPA DO MUNDO 2014 - ESTÁDIOS FICARÃO PRONTOS NO PRAZO.


Preparação dos estádios para Copa de 2014 está em ritmo acelerado, avalia comitê organizador
Vitor Abdala
Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro – O diretor executivo de Operações do Comitê Organizador Local da Copa do Mundo de 2014, Ricardo Trade, disse hoje (6) que a construção e a reforma de estádios para o evento estão em ritmo acelerado. Ele participou de encontro, no Rio de Janeiro, com representantes das 12 cidades-sedes da Copa.
“Estamos muito tranquilos com relação ao andamento [das obras] dos estádios. Tanto que a Fifa [Federação Internacional de Futebol] confirmou que vai anunciar no dia 20 de outubro a tabela de jogos da Copa das Confederações e da Copa do Mundo. Isso dá tranquilidade para que possamos trabalhar já sabendo o que temos pela frente”, destacou Trade.
Segundo ele, mesmo os estádios de Curitiba e Porto Alegre, que estão enfrentando problemas de financiamento, não preocupam o comitê organizador, já que são arenas que precisam apenas de pequenas intervenções. “São obras só de reforma pequena dos estádios. Não é como os estádios de Recife e de São Paulo, que saíram do nada e estão indo muito bem, ou como o Maracanã, que tem uma obra enorme pela frente”, comparou.
Edição: Juliana Andrade
<>
É bom saber que os Estádios estão dentro do ritmo normal de construção e que serão entregues dentro do prazo. Uma pena que não tenhamos a mesma certeza na questão das obras e intervenções no transporte público, onde o chamado "legado" continua sendo apenas uma esperança.

Seguidores