domingo, 8 de abril de 2012

FLAMENGO 2 X 1 VASCO - DINAMITE NÃO SABE PERDER - VÍDEO


O Flamengo já está nas semi-finais da TAÇA RIO depois de vencer ao Vasco por 2 X 1 na tarde de ontem no Estádio do Engenhão. 

O Vasco desfalcado de Dedé, Juninho e Felipe, passou longe daquele time criativo e de defesa segura, ainda assim foi páreo duro para um Flamengo completo. Éder Luís foi o melhor da equipe vascaína.

Com uma excelente atuação de Vágner Love e de Leonardo Moura, além de alguns lampejos de Ronaldinho, o Flamengo foi ao menos um time aguerrido, que lutou e perseguiu a vitória até o final da partida. Destaque negativo para Willians que após 'roubar' a bola do adversário, não sabe o que fazer com ela e acaba armando ataques perigosos contra seu próprio time.

No final da partida, Rodolfo e Eduardo Costa partiram para cima do juiz, e só não o agrediram por conta da ação firme dos policiais. A atitude ridícula e condenável, teve como motivação uma possível interferência do árbitro no resultado. Pior foi ver que o presidente do Vasco, o Deputado Roberto Dinamite, explodiu e deu mal exemplo, apoiou esse comportamento e passou ele também a proferir impropérios, acusando o juiz de ter prejudicado o Vasco.


Devem ser exemplarmente punidos os jogadores do Vasco que tentaram agredir o árbitro.

Bobagem, falta de espírito esportivo e falta de respeito pelo público e pela inteligência alheia. O juiz errou, como todo juiz erra, dento da normalidade de uma partida, deixou de marcar dois pênaltis (discutíveis) um contra cada equipe, e marcou um pênalti claro de Fernando Prass em Leonardo Moura, que acabou por ser convertido em gol por Ronaldinho, decidindo o resultado do jogo. Distribui os cartões amarelos de forma justa ( se pecou foi por ter não ter aplicado outros) e marcou faltas ou deixou de marcar, para os dois lados, sem privilegiar o Flamengo.


No mais é triste ver a decadência do nosso futebol. Um Estádio vazio, um jogo apenas razoável, jogadores indisciplinados e violentos, além de dirigentes incompetentes e sem educação.

SÚMULA

VASCO 1 x 2 FLAMENGO

Local: Estádio do Engenhão
Árbitro: Wagner dos Santos Rosa (RJ)
Auxiliares: Eduardo de Souza Couto (RJ) e Francisco Pereira de Souza (RJ)

GOLS
Vasco: Diego Souza, aos 5 minutos do segundo tempo

Flamengo: Deivid, aos 16 minutos do primeiro tempo e Ronaldinho Gaúcho aos 47 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos: Leonardo Moura. Kléberson, Fágner e Renato Silva



VASCO: Fernando Prass; Fagner (Nilton), Renato Silva, Rodolfo e Thiago Feltri; Rômulo, Eduardo Costa e Fellipe Bastos; William Barbio (Diego Souza), Eder Luis e Alecsandro
Técnico: Cristovão Borges


FLAMENGO: Felipe, Léo Moura, Marcos González, Welinton e Junior Cesar; Willians (Rômulo), Kleberson, Bottinelli (Luiz Antônio) e Ronaldinho; Deivid (Diego Maurício) e Vagner Love.
Técnico: Joel Santana




quinta-feira, 5 de abril de 2012

JOEL SANTANA ERRA E FLAMENGO PERDE DE VIRADA PARA O EMELEC - VÍDEO


FLAMENGO PRATICAMENTE FORA DA LIBERTADORES 

O Flamengo fez um bom primeiro tempo ontem contra o Emelec do Equador. Abriu o placar com um gol de Leonardo Moura, sofreu o empate com um gol de cabeça, mas, conseguiu terminar o primeiro tempo na frente do placar, graças a um belo gol de Deivid.

No segundo tempo a história da partida mudou. O Emelec veio com tudo e o Flamengo ficou acuado, sem saída de bola. Aí, JOEL SANTANA COMETEU SEU GRANDE ERRO, com a contusão de Deivid, ele colocou em seu lugar o zagueiro Gustavo, tentando assim segurar o placar. Joel deveria ter colocado Luiz Antonio, pois dessa forma, reforçava o meio campo e dava outra opção de jogada para fazer a bola chegar até LOVE ou Ronaldinho.



O EMELEC empatou, e aí Joel cometeu o seu SEGUNDO GRANDE ERRO, trocando BOTINNELLI pelo  lateral MAGAL. Dessa forma o Flamengo ficou com três zagueiros, três laterais e dois volantes, sem ninguém que conseguisse segurar a bola, dando chutão para frente, num bate rebate interminável e insustentável. 

Resultado, o EMELEC chegou ao seu terceiro gol e venceu a partida. Se o empate já era ruim para o Flamengo, a derrota significa praticamente dar adeus ao sonho de continuar na Libertadores. Agora é preciso vencer o Lanús e torcer para que Olímpia e Emelec empatem.

Convenhamos, um time em que bola cruzada para a sua área, é como se fosse pênalti, não merece mesmo passar de fase.

Seguidores