quarta-feira, 19 de junho de 2013

BRASIL 2 X 0 MÉXICO - SELEÇÃO BRASILEIRA ESTÁ CLASSIFICADA NA COPA DAS CONFEDERAÇÕES - VÍDEO

RESENHA - FOTOS E VÍDEO NO FINAL DO POST - MATÉRIA ATUALIZADA


Neymar - Um golaço no primeiro tempo, e um passe açucarado após jogada brilhante, para Jô marcar o segundo gol do Brasil.


Em caso de vitória hoje diante do México e,dependendo do resultado da partida entre Japão x Itália, a seleção brasileira pode garantir por antecipação sua classificação para a próxima fase de mata-mata da COPA DAS CONFEDERAÇÕES.


A partida será disputada na ARENA CASTELÃO, e o torcedor do NORDESTE se mostra sempre muito mais simpático à seleção de futebol do Brasil, daí que, o clima deve ser dentro e fora de campo, muito mais "leve e descontraído".

A seleção mexicana é tradicionalmente um "osso duro" para nossa equipe, ao menos se levarmos em conta os resultados dos últimos 7 anos. A equipe do México não se encontra em um dos seus melhores momentos, apostando suas principais fichas no talento de Chicarito, armando um ferrolho lá atrás para tentar através do contra-ataque explorar a rapidez e habilidade do atacante. Vamos ver como nossa zaga se comporta quando enfrenta um atacante com essas características.

Felipão não deve mudar nada na tarde de hoje e vai com a mesma equipe que mandou a campo contra o Japão para dar início à partida.



FICHA TÉCNICA
BRASIL X MÉXICO

Local: Estádio Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 19 de junho de 2013, quarta-feira
Horário: 16h (de Brasília)

BRASIL: Júlio César; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo e Paulinho; Oscar, Neymar e Hulk; Fred Técnico: Luiz Felipe Scolari

MÉXICO: Corona; Flores, Francisco Rodríguez, Héctor Moreno e Salcido; Torrado, Aquino, Guardado e Zavala; Giovani dos Santos e Chicharito Hernández Técnico: José Manuel de la Torre


Árbitro: Howard Webb (Inglaterra)´


Assistentes: Michael Mullarkey e Darrenn Cann (ambos da 
Inglaterra)












VAMOS AO JOGO


Jogo foi muito truncado e até violento em certos momentos. O Brasil jogou seu melhor futebol nos primeiros 25 minutos da partida. Depois, caiu de produção e não repetiu a boa apresentação contra o Japão. Em alguns momentos dos segundo tempo o México chegou a pressionar e encurralar a seleção brasileira, levando perigo várias vezes ao gol defendido por Júlio Cesar.


Neymar esteve sempre cercado, mas conseguiu com a sua habilidade realizar boas jogadas, como a do segundo gol do Brasil.



<>

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores