A Guerra em São Januário

quinta-feira, 17 de julho de 2014

MORRE O EX-ÁRBITRO ARMANDO MARQUES - UMA LENDA DO APITO NO FUTEBOL BRASILEIRO


Espevitado, afetado, cheio de gesticulação teatral, enérgico, disciplinador, corajoso, considerado um dos melhores árbitros do nosso futebol, foi ele também quem protagonizou erros memoráveis, que influenciaram de forma decisiva o resultado de muitas partidas. Armando era ao mesmo tempo amado e odiado pelo torcedor, jogadores, imprensa e dirigentes. Diante de sua figura polêmica e carismática, todos os sentimentos eram possíveis de se ter, exceto o da indiferença.

Ex-árbitro Armando Marques morre no Rio aos 84 anos

O ex-árbitro de futebol Armando Marques morreu na madrugada da última quarta-feira, aos 84 anos, no hospital CER Leblon, no Rio de Janeiro. Ele foi internado na última terça em estado grave de insuficiência renal e não resistiu.

Carioca, Armando Nunes Castanheira da Rosa Marques foi um dos mais famosos e polêmicos árbitros do futebol brasileiro, e também presidiu a Comissão Nacional de Arbitragem entre 1997 e 2005 - deixou a entidade após o escândalo da "Máfia do Apito" no Campeonato Brasileiro daquele ano, quando o árbitro Edílson Pereira de Carvalho admitiu ter manipulado resultados.


Como árbitro, seu caso mais famoso aconteceu na final do Campeonato Paulista de 1973, quando ele errou a contagem dos pênaltis entre Santos e Portuguesa. O time alvinegro vencia a disputa por 2 a 0, mas a equipe rubro-verde ainda tinha possibilidade de empatar caso os santistas errassem suas duas últimas cobranças. Porém, Marques encerrou o jogo, e após uma grande confusão, o título acabou dividido entre os dois times.


Outras polêmicas de sua carreira incluem gols anulados: um de Leivinha, do Palmeiras, contra o São Paulo, no Campeonato Paulista de 1971; e outro de Zé Carlos, do Cruzeiro, na final do Campeonato Brasileiro de 1974, contra o Vasco. Armando Marques apitou nada menos que 12 finais de Brasileiro ao longo da carreira.

=======================================================================

Armando Nunes Castanheira da Rosa Marques (Rio de Janeiro, 6 de fevereiro de 1930 - Rio de Janeiro, 16 de julho de 2014)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores