terça-feira, 8 de dezembro de 2015

O NAUFRÁGIO DO GALEÃO VASCO DA GAMA - NOS MARES DA SEGUNDA DIVISÃO

EMPATE COM O CORITIBA E DERROTA DO FLUMINENSE PARA O FIGUEIRENSE COLOCARAM FIM NAS ESPERANÇAS DOS VASCAÍNOS. REAÇÃO HEROICA DO SEGUNDO TURNO, ACABOU COM SENSAÇÃO DE AFOGAMENTO NA PRAIA.


Teoricamente o VASCO não merecia. Não merecia pelo que demonstrou do segundo turno para cá, quando JORGINHO e ZINHO acharam a melhor formação da equipe e conseguiram, além de MOTIVAR, transmitir ao elenco a tranquilidade necessária para jogar BOLA dentro de campo.

A TORCIDA também fez a sua parte, e parou com os lamentáveis episódios de cerco e agressão contra os jogadores. O que se viu foi um VASCO valente, com bom futebol, arrancando resultados improváveis. O rebaixamento, que era considerado inevitável, passou para a condição de muito provável e chegou ao ponto em que as expectativas se voltaram para a possibilidade de ESCAPAR.

Infelizmente para o VASCO, e para o futebol do RIO DE JANEIRO, visto que FLAMENGO e FLUMINENSE também tiveram desempenho VERGONHOSO neste BRASILEIRÃO de 2015, nada foi suficiente para, diante de resultados ruins ontem, evitar a queda do VASCO para o grupo B do Futebol BRASILEIRO.

HOJE É SEGUNDA, SEGUNDA DIVISÃO para o VASCO. O Botafogo sobe e volta para a PRIMEIRA. Vida que segue. 

QUEM SABE em 2016 o futebol do Rio, na pessoa de seus dirigentes e alguns jogadores, até mesmo de muitos "torcedores" que mais parecem bandidos com as brigas que arrumam, algumas terminando em mortes, TOMAM VERGONHA NA CARA.

FORA DE CAMPO


Bem, fora de campo o VASCO mereceu. A atual diretoria do Vasco, como aliás a diretoria passada, é de uma incompetência absurda, com o agravante de sua postura ARROGANTE e BÉLICA em relação aos outros clubes. Por uma questão de humanidade e respeito a uma situação e momento particular do Sr. Eurico Miranda, atual presidente do Clube, nós vamos ficar por aqui, sem dizer, o que poderia e seria justo dizer. Nesse momento, não vale a pena, e nem adiantaria nada.

07/12/15 06:55
Fuso horário de verão de Brasília

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores