A Guerra em São Januário

domingo, 9 de julho de 2017

VASCO 0 X 1 FLAMENGO - BRASILEIRÃO 2017 - POUCO FUTEBOL E MUITA PORR@D@ - VÍDEO


DENTRO DE CAMPO FORAM FALTAS VIOLENTÍSSIMAS - GUERRERO TOMOU DUAS PANCADAS NA NUCA, OUTROS TRÊS JOGADORES DEIXARAM O CAMPO LESIONADOS. O ÁRBITRO CONTROLOU A SITUAÇÃO COM A APLICAÇÃO DE ALGUNS CARTÕES AMARELOS. Pouco futebol e apenas um gol, com vitória do Flamengo que dormiu na VICE-LIDERANÇA do Campeonato.

VÍDEO: MELHORES MOMENTOS E GOL

ACABOU O FUTEBOL, COMEÇOU A SELVAGERIA

NA ARQUIBANCADA, A TORCIDA DO VASCO TENTOU INVADIR O ESPAÇO RESERVADO AOS TORCEDORES DO FLAMENGO. 1250 "CORAJOSOS' FLAMENGUISTAS, QUE ISOLADOS POR UMA BARREIRA DE GRADES E CORDÃO DE PMs, VIRAM A VITÓRIA DO SEU TIME, E AINDA DEBOCHARAM DOS VASCAÍNOS, PEDINDO O "FICA EURICO".


HOUVE BRIGA ENTRE OS PRÓPRIOS VASCAÍNOS, REPETINDO O QUE JÁ ACONTECEU EM JOGOS ANTERIORES.

PIOR, PORÉM, FOI NO FINAL DA PARTIDA. INCONFORMADOS COM A DERROTA, PARTE EXPRESSIVA DOS PRESENTES PARTIU PARA TENTAR INVADIR O CAMPO, LANÇAR BOMBAS CASEIRAS NO GRAMADO, ALÉM DE TODA SORTE DE OBJETOS. OS ÁRBITROS E JOGADORES DO FLAMENGO NÃO PUDERAM DEIXAR O GRAMADO.

O CONFRONTO CRESCEU E SE ESPALHOU. FOI UM ESPETÁCULO DE SELVAGERIA E TRUCULÊNCIA POR PARTE DOS TORCEDORES. QUEBRARAM O QUE PUDERAM DO ESTÁDIO DE SÃO JANUÁRIO, ENFRENTARAM A POLÍCIA E OS SEGURANÇAS. FOI NECESSÁRIO USAR BALAS DE BORRACHA, GÁS PIMENTA, PARA CONTER A FÚRIA DE TORCEDORES, QUE CORRIAM DE UM LADO PARA O OUTRO DA ARQUIBANCADA.

CABINES DE RÁDIO E TV FORAM INVADIDAS. FAMÍLIAS, COM CRIANÇAS (AINDA EXISTE QUEM PENSE PODER LEVAR FILHOS PARA ASSISTIR JOGOS EM SÃO JANUÁRIO) TENTAVAM SE PROTEGER. 

ALGUNS POUCOS DETIDOS, MUITOS FERIDOS, E UMA MONTANHA DE GENTE COM OLHOS E GARGANTAS QUEIMADAS PELO GÁS E FUMAÇA DAS BOMBAS.

A SELVAGERIA CONTINUOU DO LADO DE FORA DO ESTÁDIO. APESAR DA CAVALARIA DA PM ATUAR, OS VÂNDALOS QUEBRARAM TUDO QUE VIAM PELA FRENTE. LIXEIRAS, PLACAS, CONES...ATÉ CARROS E VIDRAÇAS FORAM DESTRUÍDAS.

UM TORCEDOR FOI MORTO E OUTROS TRÊS BALEADOS DO LADO DE FORA DO ESTÁDIO

SERÁ QUE VAI FICAR A LIÇÃO ?

SÃO JANUÁRIO NÃO TEM CONDIÇÕES DE RECEBER 18.000 PESSOAS.

SÃO JANUÁRIO NÃO PODE RECEBER JOGO, TIPO CLÁSSICO, COM ESSE POTENCIAL DE RIVALIDADE. E QUE NÃO SE ACUSE DESSA VEZ A TORCIDA DO FLAMENGO DE TER QUEBRADO NADA.

O VASCO DEVE SOFRER SEVERA PUNIÇÃO E PERDER MUITOS MANDOS DE CAMPO, O QUE PODE LHE ATRAPALHAR MUITO.

SERÁ QUE NOSSAS AUTORIDADES POLICIAIS, VÃO BUSCAR AS IMAGENS DE TV, E IDENTIFICAR E PROCESSAR OS AUTORES DOS ATOS DE VIOLÊNCIA ? OU, MAIS UMA VEZ, VAI SE "DEIXAR PRA LÁ" ?

FICHA TÉCNICA - JORNAL O DIA
VASCO 0 X 1 FLAMENGO
Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Anderson Daronco (RS/FIFA)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves e Elio Nepomuceno (ambos do RS)
Cartões amarelos: Guerrero (FLA); Paulão, Luis Fabiano, Nenê e Gilberto (VAS)
Cartões vermelhos: 
Público e renda: 18.328 pagantes / 19.622 presentes / R$ 747.640,00
Gol: Everton, 17'/2°T (0-1)

VASCO: Martin Silva, Gilberto, Rafael Marques, Paulão e Henrique; Bruno Paulista (Andrey, 41'/1°T) e Wellington; Yago Pikachu (Manga Escobar, 20'/2°T), Mateus Vital (Wagner, 10'/2°T) e Nenê; Luis Fabiano. Técnico: Milton Mendes.

FLAMENGO: Thiago, Rodinei, Rafael Vaz, Rhodolfo (Léo Duarte, 18'/1°T / Rômulo, 22'/2°T) e Trauco; Márcio Aráujo, Cuéllar e Diego; Everton Ribeiro, Everton e Guerrero (Leandro Damião, 15'/2°T). Técnico: Zé Ricardo.

Seguidores